02/03/2009

Turno da tarde...


A Professora confere os nomes dos alunos na lista de chamada. De acordo com ela, muitos deles não sabem os seus próprios nomes, e nem mesmo o de seus pais.

3 comentários:

Maíra. disse...

Ai ai... nem acredito.. isso é um sonho que está se tornando realidade. Deus é muuuuuuuuito bom! Que saudades! Que vontade de estar ai... como a Ju disse é mto emocionante. Está só começando... e não vai parar até que Ele tenha cumprido tudo o que determinou em Seu coração. Como Ele falou assim sucederá!

Amém Amém

Que venha o Rio do Senhor e que lave essa nação.

Deus, que a semente que Tu estás plantando na vida dessas crianças floresça edê muito fruto para Ti. Te amo por fazeres essas coisas.

Tio Joshua disse...

O Senhor tem dado a oportunidade a vocês de fazerem aquilo que muitos, e eu me incluo nesse muitos, gostariam de fazer. Parabenizo a todos pelo trabalho, pela disponibilidade, pela obrdiência, pelo compromisso com a palavra e principalmente, por se colocarem na mãos de Deus para que sejam usados e com isso proclamem de forma grande e gloriosa a mensagem que o mundo precisa ouvir!
Toda Glória e Honra sejam dadas a Deus. Que Ele abençoe a cada um de vocês grande e continuamente!
Abraço e Beijo do Irmão Josué Sampaio!

Pb. Evans disse...

Amados, desde que vimos a peça, "No Jardim do Inimigo", minha esposa e eu, alguma coisa mudou dentro de nós, como se fôssemos confrontados com a nossa vida espiritual e vermos que tudo que fazemos é para nos e não para Deus, embora estejamos envolvidos na obra, e tenhamos diversos cargos na congregação, mas vemos a igreja de um modo geral, totalmente voltada para dentro dela mesma, muita pregação para crentes, muitos apelos sem ímpias para aceitarem a Jesus, muitas reuniões, para tratar sempre dos mesmos assuntos, reuniões que levam a outras reuniões para tratar dos mesmos assuntos, e assim sucessivamente tudo se repete, e não conseguimos sair de dentro de nos mesmos e fazer a obra de Deus como deveríamos, o legalismo tem tomado conta das igrejas e tem tirado a visão dos nossos lideres.
Quando vemos a nossa vida confrontada com a palavra de Deus, ou através de uma peça teatral que vem diretamente do coração de Deus para nos despertar, e nos devolver a visão que tínhamos perdido, sentimos que deus quer muito mais de nos do que o simplesmente ir à igreja participando nos dias de culto, participando de reuniões ministeriais, liderando diversos departamentos da congregação, ministrando ensino na EBD..... etc. etc. etc
Vendo o trabalho que os irmãos estão realizando em Angola, sentimos o chamado de Deus para obra missionária, sentimos a verdadeira vocação para a qual fomos resgatados do lamaçal do pecado tendo nossas vidas restauradas, pelo nosso maravilhoso Deus, sentimos que enquanto estivermos envolvidos e divididos, entre a nossa vida secular, trabalhando pelo nosso sustento material, preocupados com as contas que tem que ser pagas, com os compromissos assumidos que têm que ser honrados, e muitas outras coisas as quais ficamos expostos quando participamos do ritmo vertiginoso do dia a dia "do mundo" e depois irmos a igreja congregar com os nossos irmãos, recebermos a palavra de deus no nosso coração, que nos aquece os traz vida, esperança, acrescenta a nossa Fe; Sentimo-nos aí seguros, gostaríamos de não ter que sair mais da igreja, de morarmos aí, de não termos mais contato com o mundo; mas temos que voltar para casa, para nosso trabalho, e tudo se repete, ficando sempre uma frustração, é como perceber que não estamos totalmente dentro do propósito que Deus tem na nossa vida, para aquilo que fomos resgatados.
Oramos ao Senhor dizendo muitas coisas, por exemplo, "eis me aqui me envia a mim", "Senhor quero ser um instrumento nas tuas mãos", "Senhor us ame", "Senhor que se faça em mim a tua vontade", "Senhor me firma mais e mais na palavra da verdade e na obediência e fidelidade a ti", e muitas outras palavras que usamos nas nossas orações, onde Deus fica nos observando com o seu infinito amor e misericórdia, e nos pergunta,... Será? Será? Que e isso mesmo que queremos? Será que teríamos coragem de deixar tudo para traz, o conforto do nosso lar, o nosso legalismo cristão, as nossas orações vazias, a nossa família, os nossos sonhos de consumo, que queremos que sejam os sonhos de Deus para nos.
Finalmente o confronto, a reflexão, sensibiliza o nosso coração ao ponto de poder ver e sentir, a necessidade de mudança, a necessidade de se alinhar com a palavra de Deus, de entrar e mergulhar no propósito original de Deus para nossas vidas.
Fomos escolhidos por Deus "a dedo", entre milhões de milhões de pessoas, Ele olhou para nos e nos tirou das trevas, nos trazendo para a sua maravilhosa luz. O que faremos a isto? , o que eu tenho para te dar Senhor? Não tenho bens nem dinheiro, mas tenho minha vida Senhor, que é tua, a oferto a ti Senhor, de todo o meu coração, sendo expressão da verdade revelada a mim pelo teu Espírito Santo.
Agora posso dizer com convicção e verdade, EIS-ME QAQUÍ SENOR, ENVIAME A MIM! Como? Quando? Onde? Isso cabe Senhor a ti decidir, me mostra onde serei mas útil a tua obra, onde o teu nome será mas glorificado na minha vida.
Senhor aguardo a tua direção, agora estou pronto, entendi que não estou feliz e satisfeito, como estou, como sou e como vivo, entendo que o teu desejo é que me torne total e absolutamente dependente de Ti, para tudo; E para isso não posso estar dividido, tenho que me colocar totalmente a tua disposição, deixando tudo e te servir com todo o meu ser.

Deus continue abençoando os irmãos, nessa maravilhosa obra (espinhosa), mas digo aos irmãos não eu, mas o Espírito Santo que em mim habita “Vosso trabalho não é vão no Senhor”

PB. Evans e Dcª. Cátia
Assembléia de Deus em Campo Grande (amado, PR. Daniel F. Malafaia)
Congregação Ebenezer (amado, PR. Amarins Martins)
E- Mail: stillomobili@hotmail.com
Tel.: (021) 2456-0667
Cel.: (021) 9963-6177